segunda-feira, 9 de maio de 2011

Sagração Episcopal de D. Teodoro Mendes Tavares

Brasão de D. Teodoro Mendes Tavares
Foi hoje ordenado bispo, o Monsenhor Teodoro Mendes Tavares, na localiade de Quebra Cabela/Cruz do Papa, Praia, Ilha de Santiago, Cabo Verde.  O sagrante principal foi Dom Alberto Taveira Correia, Arcebispo de Belém do Pará e os co-sagrantes foram Dom Paulino Évora, primeiro Bispo cabo-verdiano (ordenado em 1975),  e Dom Arlindo Furtado,  bispo de Santiago, o segundo bispo cabo-verdiano, e o primeiro a ser ordenado em Cabo Verde, no mesmo lugar onde o Papa Joao Paulo II celebrou a Missa em Cabo Verde.

Concelebraram a Cerimônia, 6 bispos, cerca de 40 padres e 2 diáconos (um brasileiro e um caboverdiano). A celebração durou cerca de 4 horas, e foi transmitida pela Radio e Televisao de Cabo Verde, e ainda via internet pelo site www.tcv.cv . Foi notório o envolvimento de centenas de pessoas e dezenas de entidades que se dispuseram a colaborar com a diocese e com os padres espiritanos para que tudo corresse bem antes, durante e depois do evento. Um especial reconhecimento foi feito à paróquia de  Nossa Senhora do Socorro, ilha de Santiago, em cujo ambiente decorreu a celebração.

Quando em fevereiro deste ano, chegou o anúncio da grande notícia que o Papa Bento XVI havia escolhido o Pe Teodoro para ser Bispo Auxiliar da Arquidiocese de Belém do Pará (Brasil), começou uma movimentação no sentido de fazer da ordenação episcopal um momento de participação, solidariedade e comunhão eclesial. E foi o que aconteceu.

Segundo Dom Alberto, desde a primeira hora ele se alegrou com a decisão do Pe.Teodoro vir ser ordenado na sua terra natal e providências foram tomadas para que padres e leigos viessem participar no ato da ordenação. Para os dois países, Cabo Verde e Brasil, essa Ordenação tem um significado histórico: pela primeira vez um sacerdote africano é nomeado bispo no Brasil.

Uma comitiva de 22 pessoas – padres, bispos e fiéis-leigos, vieram de Belém, tomar parte neste evento marcante para a sociedade e para a Igreja de Cabo Verde. Apesar de um sol muito forte, cerca de 9 mil pessoas estiveram presentes, das paróquias das cidades e das zonas rurais e, das ilhas e da diáspora, motivados por um ato raro no nosso país.

No fim da Missa, Dom Teodoro, numa mensagem de quase 30 minutos falou da sua vocação,  da missão e dos desafios da Igreja, mencionou a missão evangelizadorsa dos Padres Espiritanos em Cabo Verde, muitas vezes em condiçoes precárias. Referiu-se ao trabalho a nível da Educação e da saúde na dignificação da pessoa humana. Citou o exemplo do padre Crettraz que o batizou em S. Miguel Arcanjo. Falou da missão que o levou ao Brasil. Agradeceu a Dom Alberto pelo acolhimento, a Dom Paulino “por grandes coisas que fez por ele”, aos formadores e colegas, às pessoas em geral. Entidades e organizações foram agradecidas por terem colocado juntos os esforços que resultaram numa celebração muito edificante. Agradeceu os membros do Governo e autoridades políticas e da sociedade civil presentes e no fim pediu a  benção para Cabo Verde e para o Brasil. "Vou partir e levo vocês no coraçao, com saudades", disse o mais novo bispo caboverdiano que está disposto a "ir cumprir o mandato missionário de levar a Boa notícia”.

Sacerdote espiritano, há 17 anos missionário na Amazônia, Brasil, Dom Teodoro foi bem acolhido pelo clero da diocese e pelo Arcebispo Metropolitano Dom Alberto Taveira Correia, que o veio ordenar, acompanhado do Arcebispo Emérito de Belém do Pará, Dom Vicente Zico. 

Vídeos da Sagração

video


video



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...